Estabelecimentos são acusados de praticar exploração sexual. Três gerentes foram presos

Uma operação conjunta do Ministério Público Estadual e da Polícia Civil do Rio de Janeiro resultou na interdição de duas casas de prostituição de luxo na zona sul carioca na madrugada desta sexta-feira (15): a Centaurus, em Ipanema e a L´Uomo, em Copacabana.

Segundo a polícia, foi constatado a prática de crime de exploração sexual nos dois estabelecimentos. Três gerentes das duas casas foram presos em flagrante pelo delito.

Na Centaurus, os agentes apreenderam R$ 290 mil, além de documentos e computadores. Na L´Uomo, foram recolhidos R$ 3 mil.

A fiscalização ocorreu em 12 casas de prostituição e os policiais encontraram irregularidades em sete delas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.