Ele foi flagrado no último domingo com R$ 11 mil escondidos na cueca. Exclusão ocorreu por agressão em boate ocorrida em dezembro

Yani de Simoni, a Mulher Filé, e o seu namorado, o cabo da PM Márcio Roberto Cunha Soares
Reprodução
Yani de Simoni, a Mulher Filé, e o seu namorado, o cabo da PM Márcio Roberto Cunha Soares
Preso no último domingo (3) suspeito de efetuar disparos em um posto de gasolina na zona norte do Rio de Janeiro e de esconder cerca de R$ 11 mil na cueca, o cabo da PM Márcio Roberto Cunha Travessa Soares foi expulso da corporação nesta quarta-feira (6). Ele é namorado da funkeira Yani de Simoni, a Mulher Filé.

Leia também : PM atira em posto de gasolina e é preso com R$ 11 mil na cueca

De acordo com a PM, Márcio e o cabo Alessandro Gomes de Souza foram excluídos dos quadros do órgão após serem acusados de envolvimento em uma agressão contra um rapaz em dezembro do ano passado na boate Provisório, na Ilha do Governador, na zona norte.

Segundo o Boletim Interno da corporação, os acusados adotaram conduta incompatível com suas condições de policiais militares.

Ontem, a PM havia apreendido o telefone celular de Márcio após descobrir que ele, mesmo preso, teria enviado uma mensagem para a mulher pelo Twitter.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.