Polícia prende suspeita de fornecer drogas para grande favela do Rio

Mulher foi presa quando levava 10kg de pasta de coca para o Jacarezinho, reduto do Comando Vermelho. Ela admitiu fazer entregas semanais por até R$ 400 mil por mês

iG Rio de Janeiro |

A Polícia Civil prendeu na madrugada deste sábado Viviane de Oliveira Souza, 31 anos, suspeita de ser uma importante fornecedora de drogas para a favela do Jacarezinho, na zona norte do Rio, e de outras comunidades da cidade.

O Jacarezinho é um dos principais entrepostos de drogas do Rio de Janeiro e favela violenta e não pacificada, dominada pelo Comando Vermelho.

Sua especialidade seria cocaína. De acordo com a assessoria de imprensa da polícia, ela vinha sendo investigada havia três meses e foi presa com dez quilos de pasta-base para cocaína na Linha Amarela (via expressa que liga as zonas oeste e norte ao centro).

Avaliado em R$ 100 mil, o material pode dar origem a cerca de quatro vezes essa quantidade de cocaína. A pasta de cocaína passa por um processo de mistura, com outras substâncias e refino para dar origem à droga. Em refinarias clandestinas, a pasta é convertida no pó branco, com o acréscimo de produtos químicos como ácido clorídrico, permanganato de potássio, acetona, éter, amônia, carbonato de cálcio e de sódio, ácido sulfúrico e gasolina.

A droga estava escondida em um compartimento falso e secreto, que se abria acionado por um botão no painel do carro. Segundo a polícia, Viviane confessou ser traficante e disse fazer entregas semanais da droga no Jacarezinho, o que lhe garantiria faturamento de até R$ 400 mil mensais.

A mulher foi presa pela equipe da 25ª Delegacia de Polícia (Engenho Novo).

    Leia tudo sobre: drogascrimeviolênciapasta-basecocaínatraficantepresaPolícia Civil25ª DP

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG