PM substitui tropas do Exército em mais três regiões da Penha

Ação resultou em apreensão de armas, drogas e retirada de barricadas. Trinta e quatro suspeitos foram presos

iG Rio de Janeiro |

Gabriel de Paiva / Agência O Globo
PM do Bope no Complexo da Penha, na zona norte do Rio de Janeiro
Policiais militares começaram a substituir as tropas do Exército na favela da Chatuba e nos morros da Fé e do Sereno, localizados no Complexo da Penha, na zona Norte do Rio de Janeiro. A ação teve início ainda durante a madrugada desta quinta-feira (31) e faz parte de um cronograma para implantar oito UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) na região até o final de junho deste ano.

Até o início desta tarde, os PMs prenderam 34 suspeitos e apreenderam 15 menores, seis revólveres, três pistolas, uma espingarda, 126 munições ponto 30 (calibre antiaéreo) e uma calibre 12, cinco carregadores de fuzil, 736 pedras de crack, 45 frascos de cheirinho da loló, 12 comprimidos de ecstasy, 125 papelotes de cocaína, 236 sacolés e 1.663 cápsulas da mesma droga, 9.637 trouxinhas de maconha, sete radiotransmissores, um coldre, sete relógios, cinco pendrives, 400 embalagens vazias para cocaína, R$ 42 em espécie, uma réplica de fuzil e uma réplica de pistola.

Os policiais também destruíram barricadas montadas por traficantes. Foram recolhidos 12 tonéis de concreto e foram retirados nove quebra-molas, cinco pneus de caminhão com concreto, quatro pneus de carro de passeio com concreto, 16 toneladas de entulho, oito trilhos de trem e 100 kg de troncos de árvores. Os PMs recuperaram uma motocicleta e quatro automóveis.

Policiais do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) são os responsáveis pela troca de tropas, que ocorre sem confrontos com possíveis traficantes da região.

Leia também : Chefões do tráfico fazem nova divisão de áreas em favelas ocupadas pelo Exército

Participam também da operação policiais militares do Batalhão de Ações com Cães (BAC), do Batalhão de Campanha, do Grupamento Aero-Marítimo (GAM) e do 22º BPM (Maré). Agentes da Coordenadoria de Inteligência (CI) da PM vão cumprir mandados de prisão nas duas localidades.

Ações de policiamento e revista à procura de criminosos também estão sendo realizadas. A PM solicita aos moradores para andarem com documentos de identificação. Já aos motoristas e motociclistas serão solicitados os documentos de propriedade de seus veículos, bem como a Carteira Nacional de Habilitação em dia. No caso das motos, também será exigido o uso de capacete.

O Batalhão de Choque e o Bope solicitam que sejam feitas denúncias de locais com drogas, armas ou criminosos pelos telefones 2332-8486 (BPChoque) e 2334-3983 (Bope). Os moradores também podem recorrer ao Disque-Denúncia, pelo telefone 2253-1177.

Substituição começou em março

A Polícia Militar iniciou no dia 27 de março deste ano a substituição do Exército no processo de pacificação do Complexo do Alemão e da Penha, quando militares do BOPE e do Batalhão de Choque começaram a ocupar as favelas Nova Brasília e Fazendinha. Nesta quinta-feira, foram inauguradas mais duas UPPs na região: as do morro do Alemão e da comunidade Pedra do Sapo .

    Leia tudo sobre: alemãoexércitoupp

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG