Empresário de transportes e funcionário de banco são mortos e carbonizados

Familiares encontraram os corpos com a ajuda de um GPS, que monitorou trajeto do veículo. Crime foi na Baixada Fluminense

iG Rio de Janeiro |

Um funcionário do banco Santander e um empresário do ramo de transportes foram achados mortos e carbonizados dentro de pneus na manhã desta quinta-feira (31), em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

Segundo a Polícia Civil, familiares das vítmas conseguiram localizar os corpos após monitorar por um GPS o trajeto feito pelo veículo em que os dois estavam.

De acordo com a polícia, os parentes descobriram que o carro ficou por cerca de dez minutos parado na rua Xerém, próximo de um lixão, onde os corpos foram achados, e depois seguiu para Nova Iguaçu, também na baixada. Neste município, o veículo foi achado.

As vítimas foram identificadas como Rodrigo de Araújo Vieira, funcionário do Santander, e Rafael Lucheze, que era dono de uma empresa de transporte.

A delegacia de Belford Roxo (54ª DP) investiga o duplo homicídio.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG