Por segurança e diplomacia, Rio+20 não confirma vinda de chefes de Estado

Por trás do discurso, há também a preocupação de não esvaziar evento devido à ausência de líderes como Obama e Merkel

Raphael Gomide, iG Rio de Janeiro |

AP
O premiê britânico, David Cameron, e o presidente dos EUA, Barack Obama, não devem vir à Rio+20
Alegando razões de segurança e de diplomacia, a organização da Rio+20 não confirma a presença de chefes de Estado e governo na Rio+20 (Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável), em junho.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o iG perguntou especificamente sobre a confirmação de presença ou ausência dos representantes de mais alto nível de cinco países: Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido, China e Japão.

O secretário Nacional do Comitê Nacional de Organização (CNO) da Rio+20, ministro Laudemar Aguiar, afirmou que não revelaria os nomes dos representantes dos países presentes no evento. Ele confirmou apenas que já estão confirmados 102 chefes de Estado ou governo para o segmento de alto nível da conferência, que acontecerá de 20 a 22 de junho, no Rio.

Veja a cobertura completa sobre a conferência Rio+20 , que acontece em junho

“Não cabe ao governo brasileiro confirmar ou não a presença de chefes de Estado ou governo participantes. Cabe aos próprios países ou à ONU, quando tiver a lista final. Por razões de segurança, não será revelada a presença nem mesmo o nome do hotel onde ficarão”, afirmou Laudemar.

AP
Chanceler alemã, Angela Merkel (E), recebe o presidente francês, François Hollande, com honras militares em Berlim. Ele vem, ela não
Por trás do discurso diplomático do brasileiro, há ainda a preocupação em não se esvaziar o evento, uma vez que, em teoria, a presença da mais alta autoridade do país em uma conferência denota o grau de relevância conferido ao assunto tratado.

Leia também:
Contra ameaça terrorista, Rio+20 terá controle químico e biológico
Político europeu critica falta de ambição do governo brasileiro na Rio+20

O presidente dos EUA, Barack Obama, já praticamente descartou a vinda; a primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel, também não participará da conferência. O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron tampouco deve estar presente.

Por outro lado, os recém-eleitos presidentes Vladimir Putin (Rússia) e François Hollande (França) confirmaram a presença, em conversa por telefone com a presidenta Dilma Rousseff.

    Leia tudo sobre: rio20rio+20

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG