Dez dicas de boas práticas na segurança de dados digitais

Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), do Rio, registra aumento no número de registro de ocorrências

Valmir Moratelli, iG Rio de Janeiro |

A pedido do iG , o inspetor Rodrigo Valle, do Grupo de Operações em Portais da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) , lista dez dicas para que o usuário reduza suas chances de se tornar vítima de crimes de informática associados à honra. “O ideal é nunca produzir imagens que comprometam a sua honra por meio eletrônico ou qualquer outro meio que se possa portar digitalmente. Quase todos os equipamentos eletrônicos de armazenamento que interagem com o usuário possuem acesso à internet ou a uma rede de dados de uma certa forma”, explica o policial.

Leia também: Caso ‘Dieckmann’ dobra ocorrências em Delegacia de Informática, no Rio

Ainda segundo ele, é preciso ter cuidado para que não se repita senhas usadas de sites sem criptografia, como os de milhagens, em outros com contas de email. “Também nunca coloque seus dados que possam identificá-lo de forma exclusiva como nome completo, data de nascimento, dados familiares, telefones”, lista.

A seguir, o inspetor Rodrigo Valle dá dez dicas de boas práticas na internet.

1- Cada vez que o usuário acessar alguma conta na internet como webmail, perfil em redes sociais ou outro login, sempre saia usando o procedimento de logoff, sair ou comando equivalente;

2- Sempre utilize senhas de difícil dedução ou descobertas que de preferência nunca sejam associadas a situações de seu convivio como: datas, placas de carro, endereço, time, nome de pessoas próximas, apelidos etc;

3- Evite fazer uso de computadores de uso coletivo para acessar suas contas pessoais;

4- Mantenha sempre atualizado o sistema operacional do seu computador e atualizações do seu navegador para garantir que problemas conhecidos de falha de segurança sejam corrigidos;

5- Sempre tenha software de antivírus de boa qualidade atualizados e programas de anti-spyware instalados e rodando com frequência;

6- Atente-se ao usar MSN, Google Talk, AIM, ICQ, entre outros, pois alguns vírus já estão explorando sistemas de mensagens instantâneas;

7- Cuidado com e-mails falsos;

8- Evite sites de conteúdo duvidoso. Muitos contêm em suas páginas scripts capazes de explorar falhas do navegador de internet, principalmente do Internet Explorer. Por isso, evite navegar em sites pornográficos, hackers ou que tenham qualquer conteúdo duvidoso;

9- Toda vez que for enviar o seu computador tipo desktop ou portátil para manutenção, tenha cuidado de retirar o hardware referente ao armazenamento permanente (HD) com o intuito de que nenhum dado que o usuário acredite já ter deletado seja recuperado de forma criminosa;

10- Sempre se relacione com pessoas na internet as quais você conheça no mundo real (pessoalmente ou indiretamente) e mesmo assim nunca compartilhe imagens ou dados que o comprometam.

J.Egberto
Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI)

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG