Filhotes são atração de zoológico no Rio

Bebês de anta, pônei, macacos entre outros estão em exposição

iG Rio de Janeiro |

Divulgação
Técnicos cuidam do mais novo filhote de macaco verde, o "Lequinho"
Nos últimos meses, veterinários e técnicos do Zoológico do Rio, localizado na Zona Norte da cidade, estão tendo que trocar fraldas e fazer mamadeiras com mais frequência.

Isso porque o zoo está com um verdadeiro baby boom. Desde o início do ano, os mais novos residentes são os filhotes de anta, lhama, alpaca, tamanduá mirim, cobras, pônei, além dos macacos classificados como ameaçados de extinção: prego-galego e prego-do-peito-amarelo.

Avó tentou amamentar filhote que perdeu a mãe

O filhote de macaco verde -  “Lequinho” como é chamado carinhosamente pelos funcionários - demanda uma atenção especial. Ele nasceu no 05 de março, pesando somente 340 gr, um pouco abaixo do previsto para a sua espécie. Com apenas um dia de nascido, sua mãe morreu em decorrência de complicações do pós-parto.

Os veterinários afirmaram que a avó do filhote o tentou amamentar mas, devido a idade avançada, não obteve sucesso na lactação. Após relutar a entrega do filhote, ela cedeu e, com uma semana de vida o filhote foi levado para a enfermaria onde recebeu os primeiros socorros. 

Com a temperatura corporal abaixo do normal, glicose baixa e desnutrido, o filhotinho foi cuidado com soro e ingeriu leite específico para bebês. Mas, havia outro problema: como todo recém-nascido, precisava se alimentar de 3h em 3h e trocar a fralda com frequência. A situação foi rapidamente resolvida por técnicos do zoológico que, após o expediente, revezavam a tarefa de cuidar do macaquinho o levando para suas casas.

Aos dois meses de idade, ele já está pesando 665 gr. E, de acordo com veterinários, dentro de um mês se juntará com os outros filhotes para ficar exposto ao público.

    Leia tudo sobre: filhoteszoológico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG