Bruno Saturnino, de 31 anos, teve uma parada cardíaca

Dias após ser espancado por torcedores do Vasco nas proximidades do estádio João Havelange (Engenhão), na zona norte do Rio de Janeiro, Bruno Saturnino, de 31 anos, que torcia para o Flamengo, morreu na madrugada desta sexta-feira (4), vítima de parada cardíaca, no hospital Salgado Filho, no Méier, na mesma região.

No último domingo (29), Bruno estava em um ônibus quando foi reconhecido e cercado por torcedores do Vasco. Ele chegou a pular a janela do coletivo para não ser agredido mas os vascaínos desceram e o espancaram.

O flamenguista foi internado e morreu por volta das 5h40, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.