Material radioativo traz riscos à saúde se for violado, diz Comissão Nuclear

Equipamento estava dentro de um carro que foi roubado durante o fim de semana, na Baixada Fluminense

iG Rio de Janeiro |

A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) informou nesta segunda-feira (30) que o material radioativo que estava dentro de um carro que foi roubado durante o fim de semana na Baixada Fluminense causa riscos à saúde se sua estrutura de blindagem for violada.

Leia também : Polícia procura por material radioativo que foi roubado no Rio

Segundo o órgão, o equipamento possui uma fonte radioativa de selênio-75 e e é usado para radiografar estruturas metálicas e de concreto com a emissão de raios gama. O roubo aconteceu por volta das 23h30min do sábado, quando funcionários voltavam de uma inspeção de soldas, atividade que costuma ser feita fora do horário de expediente normal.

Pertencente à empresa Arctest, o equipamento estava acondicionado em uma caixa metálica no porta-malas de um carro Renault Logan prata, com placa ENX 3304, de Paulínia (SP). De acordo com a CNEN, quem encontrar o carro ou o equipamento ou tiver notícia da localização deverá entrar em contato com as autoridades policiais, com a Defesa Civil ou com a CNEN, que pode ser acionada pelos telefones do setor de emergência: (21) 2173-2939 /9218 6433.

O órgão informou ainda que a Artctest está devidamente regularizada junto à CNEN e contatou a equipe de emergência da Comissão ainda no início da madrugada de domingo, conforme previsto nas normas de segurança para este tipo de situação.

Desde que foi comunicada, a CNEN vem acompanhando as buscas ao equipamento que estão sendo realizadas pela Polícia Civil, mantendo uma equipe de prontidão e contatando demais órgãos públicos que possam auxiliar na localização da fonte radioativa.

    Leia tudo sobre: material radioativoRio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG