PMs suspeitos de estupro a moradora da Rocinha são presos

Mulher roubou uma bolsa na favela e teria sido agredida como punição

iG Rio de Janeiro |

Os três policiais militares suspeitos de torturar e abusar sexualmente de uma moradora da Favela da Rocinha se apresentaram na madrugada deste sábado (21) à 14ª DP (Leblon) e foram encaminhados à Unidade Especial Prisional da PM. Em depoimento, os três negaram as acusações. A prisão temporária deles por 30 dias foi decretada pelo plantão judiciário do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) após o pedido do titular da 14ª DP, Gilberto Ribeiro.

Leia: Ex-funcionários de antigo chefe do tráfico estariam por trás de guerra na Rocinha

A agressão sexual teria acontecido na última quarta-feira (18), quando a mulher, de 36 anos, foi presa por furtar a bolsa de uma moradora da Rocinha. Reconhecida por sua vítima, ela foi abordada pelos PMs lotados no Batalhão de Choque (BPChoque), que a obrigaram a levá-los até sua casa.

Lá, os policiais encontraram a bolsa da moradora, que reconheceu seus pertences e deixou o local. A mulher contou que, em vez de levá-la à delegacia, os policiais a algemaram e passaram a espancá-la com chutes, socos e golpes de toalha molhada. Em seguida, sofreu abuso sexual.

Laudo do Instituto Médico Legal (IML) atestou que a mulher sofreu "lesão corporal e ato libidinoso diverso de conjunção carnal". A Secretaria de Estado de Segurança informou na noite de sexta-feira que o secretário José Mariano Beltrame determinou à Corregedoria Geral Unificada "o máximo de rigor nas investigações".

Também na sexta-feira, o Comando da Polícia Militar determinou à corregedoria da corporação que afastasse os PMs suspeitos . Um inquérito foi instaurado e os soldados ficarão afastados de seus serviços até o final da apuração.

A Favela da Rocinha está ocupada pela PM desde novembro do ano passado. Esta não é a primeira acusação de desvio de conduta contra policiais que patrulham a comunidade. Em março, a Secretaria de Estado de Segurança anunciou que estava investigando denúncias de que policiais receberiam propinas de traficantes , conforme apontou um relatório de inteligência da Polícia Civil.

*com informações da Agência Estado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG