Comando da PM manda afastar policiais suspeitos de estupro na Rocinha

Mulher fez acusação contra PMs durante depoimento na delegacia do Leblon

iG Rio de Janeiro |

O Comando da Polícia Militar do Rio de Janeiro determinou nesta sexta-feira (20) à Corregedoria da corporação que afaste PMs suspeitos de estuprar uma mulher na favela da Rocinha, na zona sul da capital.

A suposta vítima acusou os PMs durante um depoimento na 14ª DP (Leblon). Ela disse ter sofrido abuso após praticar um furto na comunidade.

A PM determinou que a Corregedoria instaure um inquérito policial militar e que os suspeitos fiquem afastados do serviço até o fim da apuração.

O caso também está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU) da Secretaria de Segurança Pública. O secretário José Mariano Beltrame determinou o máximo de rigor nas investigações relacionadas.

A Rocinha está ocupada pela PM desde novembro do ano passado. Esta não é a primeira acusação de desvio de conduta contra policiais que patrulham a comunidade. Em março, a Secretaria de Segurança Pública anunciou que estava investigando denúncias de que PMs receberiam propinas de traficantes, conforme apontou um relatório de inteligência da Polícia Civil.

    Leia tudo sobre: pmestuproRocinha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG