Mulher fez acusação contra PMs durante depoimento na delegacia do Leblon

O Comando da Polícia Militar do Rio de Janeiro determinou nesta sexta-feira (20) à Corregedoria da corporação que afaste PMs suspeitos de estuprar uma mulher na favela da Rocinha, na zona sul da capital.

A suposta vítima acusou os PMs durante um depoimento na 14ª DP (Leblon). Ela disse ter sofrido abuso após praticar um furto na comunidade.

A PM determinou que a Corregedoria instaure um inquérito policial militar e que os suspeitos fiquem afastados do serviço até o fim da apuração.

O caso também está sendo investigado pela Corregedoria Geral Unificada (CGU) da Secretaria de Segurança Pública. O secretário José Mariano Beltrame determinou o máximo de rigor nas investigações relacionadas.

A Rocinha está ocupada pela PM desde novembro do ano passado. Esta não é a primeira acusação de desvio de conduta contra policiais que patrulham a comunidade. Em março, a Secretaria de Segurança Pública anunciou que estava investigando denúncias de que PMs receberiam propinas de traficantes, conforme apontou um relatório de inteligência da Polícia Civil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.