Operação termina sem presos no Morro do Preventório, em Niterói

Denúncias apontam que favela seria um dos destinos de traficantes fugidos da Mangueira

iG Rio de Janeiro |

Guilherme Leporace / Agência O Globo
O Morro do Preventório está localizado ao lado da Praia de Charitas, em Niterói

Cerca de 50 policiais civis da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) realizaram uma operação no início da manhã desta terça-feira (17) no Morro do Preventório, no município de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Não foram registrados tiroteios ou prisões na região. De acordo com a Polícia Civil, a ação teve como objetivo realizar um mapeamento e treinamento tático.

A ação na comunidade integra as ações da Secretaria de Estado de Segurança para conter o avanço da violência em Niterói . Os índices de criminalidade na cidade têm aumentado nos últimos meses com a ação de bandidos oriundos de favelas do Rio ocupadas por Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).

Segundo investigações feitas pela polícia, o Morro do Preventório seria um dos principais destinos de traficantes fugidos do Morro da Mangueira, na zona norte do Rio. Para piorar a situação, há denúncias de que criminosos da Favela da Rocinha, de uma facção rival, estariam tentando invadir a comunidade de Niterói.

Um relatório recente do serviço Disque-Denúncia reflete o clima tenso na região. De acordo com o documento, em 2009, foram recebidas cinco denúncias referentes ao tráfico no Morro do Preventório. Em 2010, o número aumentou para 18. Em 2011, o total de ligações recebidas saltou para 272.

Por causa do aumento da violência, a Polícia Militar vai instalar até a próxima semana um posto de comando móvel na comunidade, localizada ao lado da Praia de Charitas, onde existe uma estação das barcas. O posto vai ser comandado pelo 12º BPM (Niterói). O Morro do Preventório é a favela mais populosa de Niterói, com aproximadamente 5.700 habitantes, segundo o IBGE.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG