Em nota oficial, Polícia Civil diz não ter sido afetada pela greve

Segundo comunicado, poucas delegacias tiveram o atendimento prejudicado por causa da paralisação

iG Rio de Janeiro |

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou na noite desta sexta-feira (10), em nota oficial, que o atendimento à população e os trabalhos de investigação nas delegacias policiais de todo o Estado foi pouco afetado pela greve da categoria.

Leia também : PM diz ter prendido 20 policiais em razão da greve

Segundo o comunicado oficial, algumas poucas delegacias tiveram seu trabalho de atendimento prejudicado em determinados períodos ao longo do dia, mas antes do início da noite o serviço já havia sido normalizado.

Nas unidades onde houve problemas, os agentes só aceitavam fazer registros de ocorrências mais graves, como roubo de veículos e homicídios.

Leia também : Corpo de Bombeiros manda prender 123 guarda-vidas por adesão à greve

Por determinação da chefia de Polícia Civil, as delegacias que sofreram diminuição no número de registros de ocorrência, em comparação aos dias anteriores, passarão a ser monitoradas e aquelas aonde for efetivamente necessário poderão ter reforço de efetivo.

De acordo com a nota, a grande maioria das informações falando de paralisações de delegacias foi comprovada como improcedente. Os delegados titulares de todas as delegacias estiveram durante todo o dia a postos, coordenando o funcionamento de suas respectivas unidades.

Leia também : PM usa pressão militar, ameaça expulsão e consegue esvaziar greve

O atendimento personalizado das unidades do Programa de Delegacias de Dedicação Integral ao Cidadão (DEDIC) não sofreu alterações e funcionou sem problemas. No Instituto Médico Legal (IML) e no Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) o dia de trabalho também transcorreu sem alterações.

    Leia tudo sobre: grevebombeirosPMs

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG