Bombeiros recolhem mais partes de corpos em depósito na Baixada

De acordo com a corporação, chega a dez o número de partes recolhidas de vítimas de desabamento de três prédios no centro do Rio

iG Rio de Janeiro |

A Secretaria Estadual de Defesa Civil do Rio de Janeiro informou na tarde desta terça-feira (31) que já recolheu dez partes de corpos de vítimas do desabamento de três prédios no centro da capital em um depósito na rodovia Washington Luiz, na Baixada Fluminense, para onde estão sendo levados os entulhos. Ainda não se sabe se o restos mortais pertencem à vítimas já identificadas ou se a outras pessoas que continuam desaparecidas.

Entenda o caso : Três prédios desabam no centro do Rio de Janeiro

De acordo com o órgão, só hoje, foram recolhidas dois pedaços. Todo o material está sendo levado para o IML (Instituto Médico Legal). O reconhecimento poderá ser feito por exame de DNA. Alguns parentes das vítimas já tiveram o material genético recolhido para análise.

A tragédia, ocorrida no último dia 25, já tem 17 mortes confirmadas. Cinco pessoas continuam desaparecidas. Os bombeiros prosseguem com as buscas no local do desmoronamento, na avenida Treze de Maio.

Flagrante : Câmera mostra avenida 13 de Maio no momento do desabamento

Dos 17 mortos, 15 já foram identificados: Daniel de Souza Jorge Amaral, 26 anos, Miriene Lopes dos Santos, de 66 anos, Moisés de Araujo Costa, de 57 anos; Elenice Consani Quedas, de 64 anos; Kelly da Costa Meneses, de 24 anos; Margarida Vieira de Carvalho, de 65 anos; Cornélio Ribeiro Lopes, de 73 anos; Flavio Porrozzi Soares, de 34 anos; Nilson Assunção Ferreira, de 50 anos; Amaro Tavares da Silva, de 40 anos; Alessandra Alves Lima, de 29 anos; Celso Renato Braga Cabral, de 46 anos; Gustavo da Costa Cunha, de 34 anos; Luiz Leandro de Vasconcellos e Margarida de Carvalho.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG