Rivais Taylor Swift e Beyonce fazem história no Grammy

Por Dean Goodman LOS ANGELES (Reuters) - A estrela country-pop Taylor Swift, que despontou para a fama com baladas de amor adolescente que escreveu no chão do seu quarto, tornou-se no domingo a mais jovem artista a receber o cobiçado prêmio Grammy de melhor disco do ano.

Reuters |

Swift, que fez 20 anos em dezembro, levou para casa quatro dos oito prêmios aos quais fora indicada. Ela nunca havia recebido um Grammy. Seu segundo álbum. "Fearless", foi o lançamento mais popular nos EUA em 2009, com vendas acumuladas de 5,4 milhões de cópias até agora no país.

O domínio da moça dos cachinhos loiros nesse prêmio já era esperado, mas acabou ofuscado por Beyonce, que bateu o recorde de Grammys para uma mulher em uma só edição - seis, inclusive o de melhor canção.

A banda de rock Kings of Leon levou o importante prêmio de gravação do ano, com o hit "Use Somebody".

Ao vencer o prêmio de disco do ano, Swift quebrou o recorde que havia sido estabelecido por Alanis Morisette aos 21 anos, em 1996, com o seu "Jagged Little Pill", um álbum com conteúdo decididamente mais adulto.

Swift também foi a primeira artista country a receber o prêmio, e a primeira artista pop feminina desde Celine Dion em 1997, por "Falling Into You". Ela recebeu também os prêmios de melhor álbum country e de melhor desempenho vocal feminino e melhor canção country (ambos por "White Horse").

A cantora disse que, apesar do seu sucesso na música pop, o country ainda é a sua maior paixão. "A música country vai absolutamente ser a minha casa, por causa das histórias contadas dentro da música country."

Logo após a premiação, Swift embarcaria para a Austrália, onde fará um show com ingressos já esgotados. Uma assessora disse que seu disco já recebeu discos de ouro ou platina em 16 mercados internacionais.

Beyonce recebeu como compositora o prêmio para "Single Ladies (Put a Ring On It)", "hino" que lhe rendeu também o Grammy de melhor performance vocal feminina e melhor canção de R&B. Seu disco "I Am.... Sasha Fierce" ficou com o prêmio de melhor álbum de R&B, seu "cover" de "At Last" foi eleito melhor performance vocal de R&B tradicional, e "Halo" foi escolhida melhor performance vocal feminina pop.

"Esta é uma noite incrível para mim", disse ela ao receber o último prêmio.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG