Rio tem 2º caso de pedófilo preso em 2 dias

O professor de educação física Mario Roberto de Souza Manhães, de 58 anos, foi preso na manhã de hoje, em Copacabana, zona sul do Rio, sob a acusação de explorar sexualmente crianças e adolescentes. Segundo a polícia, Manhães mantinha em cárcere privado pelo menos quatro meninas com idades entre 8 e 15 anos.

Agência Estado |

Elas só podiam sair de casa à noite para fazer programas e eram obrigadas a manter relações sexuais com o professor, em troca de moradia, comida e drogas. As meninas deixaram o apartamento por volta das 20 horas de ontem e não foram encontradas no local. Foi o segundo caso de pedófilo preso no Rio, em dois dias.

Manhães foi descoberto depois de ter aliciado uma adolescente de 15 anos, moradora de Sepetiba, na zona oeste, em 5 de novembro. A mãe dela comunicou à polícia o desaparecimento da filha. A jovem passou a telefonar para casa, de telefones públicos, durante a madrugada. A polícia rastreou os orelhões dos quais ela ligava , todos na região de Copacabana, e passou a fazer buscas no bairro. A jovem foi encontrada na última quarta-feira (dia 26).

Ela contou que foi obrigada a fazer sexo com Manhães no dia em que chegou ao apartamento. "Ela disse que iria denunciá-lo e foi ameaçada", contou o inspetor Jairo Pessanha, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Na casa do professor, que também é dono de um táxi, a polícia encontrou agendas com o registro da data e o nome das meninas com as quais mantinha relações sexuais. Ele também tinha uma espécie de arquivo - guardava preservativos usados em envelopes, e registrava o nome da criança e a data do abuso. Não havia fotografias ou filmagens.

O professor foi indiciado por tráfico de drogas, cárcere privado e exploração sexual de crianças. A polícia espera agora que as mães das meninas com menos de 14 anos prestem queixa contra o professor, para que ele também possa ser indiciado por estupro e atentado violento ao pudor.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG