Rio não cumpre meta de redução de homicídios

Anunciada em junho pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho (PMDB), a meta de redução dos homicídios dolosos em 11,7% no segundo semestre de 2009 não foi atingida: a queda foi de 9%. O Estado teve 5.

Agência Estado |

794 homicídios registrados no ano passado (34,6 a cada 100 mil habitantes), alta de 1,3% ante 2008.

Para o primeiro semestre deste ano, houve uma alteração da meta para queda de homicídios, agora estabelecida em 6,33% ante o mesmo período de 2009. Em junho, Cabral estabeleceu metas para quatro tipos de crimes. Com exceção dos homicídios, elas foram atingidas: no semestre, houve redução de 10% nos roubos de veículos e de 6% dos latrocínios. Nos chamados roubos de rua (de transeunte e em coletivos), houve aumento de 2,2%, abaixo do crescimento previsto, de 7,2%.

O secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, atribuiu parte dos resultados positivos à instalação de seis Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) em favelas antes dominadas por traficantes. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG