Quatro das cinco pousadas na Praia do Bananal, em Ilha Grande, no Rio de Janeiro, foram liberadas pela Secretaria de Estado do Ambiente e vão voltar a funcionar, segundo informações da prefeitura. As atividades estavam paradas por prevenção desde o deslizamento de terra que atingiu uma pousada no início do ano, a pedido das autoridades estaduais, por causa dos trabalhos de busca e da grande movimentação do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil na região.

De acordo com a secretaria, inicialmente será feito um trabalho de terraplenagem e enrocamento - construção de uma barragem de pedras - na área destruída pelo deslizamento. A obra tem o objetivo de nivelar o terreno e confinar a terra deslocada. A previsão é de que ela seja iniciada em fevereiro.

Também será feito um trabalho paisagístico e de reflorestamento no local. Serão gastos R$ 6 milhões para a recuperação da enseada do Bananal, que fazem parte dos R$ 80 milhões liberados pelo Ministério da Integração. O deslizamento na região deixou ao menos 31 mortos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.