Rio Grande do Sul sanciona lei antifumo com previsão de fumódromo

PORTO ALEGRE - A governadora Yeda Crusius (PSDB) sancionou o projeto de lei aprovado em outubro pela Assembleia Legislativa que proíbe o uso do fumo e similares, derivados ou não do tabaco, em recinto coletivo fechado em todo o Rio Grande do Sul.

Agência Estado |

No entanto, a lei 13.275, publicada hoje no Diário Oficial do Estado, prevê a criação de áreas para fumantes, devendo ser fisicamente delimitadas e equipadas com soluções técnicas que garantam a exaustão do ar.

A lei, de autoria do deputado Miki Breier, define recinto coletivo fechado como todos os locais destinados à utilização simultânea de várias pessoas, como os ambientes de trabalho e de estudos, áreas comuns de condomínios, casas de espetáculos, restaurantes e boates, hotéis e bancos, além de viaturas oficiais de qualquer espécie. Os estabelecimentos comerciais devem afixar avisos indicativos da proibição e das sanções aplicáveis em locais de ampla visibilidade.

Leia mais sobre: fumódromo  - Lei Antifumo

    Leia tudo sobre: lei antifumo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG