Rio Grande do Norte implanta gabinete para ajudar vítimas das enchentes

NATAL - O governo do Rio Grande do Norte instalou neste sábado um Gabinete Preventivo para adotar medidas emergenciais de proteção às famílias vítimas das inundações provocadas pelas chuvas no interior. Segundo o governo, a medida foi determinada pela governadora Wilma de Faria (PSB) durante reunião para discutir as ações emergenciais, que contou com a presença da secretária Nacional de Defesa Civil, Ivone Dantas, do diretor do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), Elias Fernandes, representantes das Forças Armadas, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar (PM), Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e das secretarias e órgãos do governo estadual.

Agência Estado |

Balanço da Defesa Civil de quarta-feira, divulgado ontem, aponta que os municípios de Angicos, Alto do Rodrigues, Apodi, Assú, Campo Grande, Espírito Santo, Governador Dix-Sept Rosado, Ipanguaçu, Mossoró, Upanema e Pendências estão em situação de emergência, totalizando mais de 30 mil pessoas afetadas pelas enchentes.

Porém, os números são ainda maiores que os divulgados, uma vez que nos últimos dias as chuvas se intensificaram em cidades como Alto do Rodrigues, onde 841 famílias já estão desalojadas, segundo a Defesa Civil. O governo federal vai encaminhar 11 mil cestas básicas para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Norte e vai desburocratizar o processo para liberação de recursos para os municípios em situação de emergência.

Leia mais sobre: chuvas

    Leia tudo sobre: chuvasenchentetemporais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG