Rio ganha mais dois Juizados da Violência Doméstica contra a Mulher

RIO DE JANEIRO - O Poder Judiciário do Estado do Rio inaugura nesta quarta-feira mais dois Juizados da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. Os novos postos de atendimento funcionarão em Nova Iguaçu, na rua Coronel Bernardino de Melo s/nº, Bairro da Luz, e em Jacarepaguá, na rua Professora Francisca Piragibe 80, Taquara.

Redação |

O Rio de Janeiro já conta com dois Juizados especializados em violência doméstica e familiar contra a mulher, de acordo com a Lei 11.340/06, conhecida como "Lei Maria da Penha". As serventias, que funcionam no Centro e em Campo Grande, completaram um ano de funcionamento este mês. A equipe técnica que trabalha nos Juizados é composta por psicólogos, assistentes sociais, defensores públicos e médicos, que dão suporte às vítimas.

Para a juíza Rosana Navega Chagas, que irá atuar no novo Juizado da Violência Doméstica de Nova Iguaçu, a parceria com as prefeituras de Nova Iguaçu e Mesquita, na Baixada Fluminense, e o apoio do presidente do Tribunal de Justiça do Rio, desembargador José Carlos Schmidt Murta Ribeiro, e do corregedor-geral da Justiça, desembargador Luiz Zveiter, foram fundamentais para a ampliação dos Juizados.

"Sem parceiros nós não conseguiríamos. Todo mundo tem que se unir para a lei dar certo", afirmou, lembrando que a própria Lei Maria da Penha, em seu artigo 8º, prevê um conjunto articulado de ações do Poder Público.

Leia mais sobre: Rio de Janeiro

    Leia tudo sobre: juizadorio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG