Rio decreta três dias de luto pela morte de Arthur Sendas

O governo do Rio de Janeiro decretou luto de três dias pela morte do empresário Arthur Sendas, assassinado na madrugada de hoje em seu apartamento no Leblon, zona sul da capital fluminense. O governador Sérgio Cabral (PMDB) afirmou que ficou chocado com a morte de Sendas e que o luto é uma homenagem a um grande empresário, que acreditou e ajudou o Estado do Rio, criando empregos e investimentos.

Agência Estado |

Em declaração à imprensa, Cabral disse que era amigo do presidente da cadeia de supermercados Sendas. "Arthur Sendas era um amigo da vida inteira. Era amigo do meu pai e eu sou amigo dos filhos dele. Fiquei muito chocado com a sua morte. Era um brasileiro, um grande empresário, que sempre acreditou no Rio de Janeiro, com uma empresa eminentemente do Estado do Rio", afirmou o governador.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG