Rio de Janeiro registra dia mais quente do ano, afirma Inmet

O impacto do intenso calor é especialmente sentido na região sudeste. A cidade do Rio de Janeiro registrou picos de 45 a 48 graus de temperatura em janeiro, com sensações térmicas de 50 graus. No sul do país também foram registrados picos históricos - em Porto Alegre, as temperaturas superaram os 40 graus.

EFE |

Nesta quinta-feira, o Rio de Janeiro registrou o dia mais quente do ano. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que os termômetros marcaram 40,9ºC na Praça Mauá, no centro da cidade, onde a medição é feita. Segundo o Inmet, a sensação térmica alcançou 50ºC.

Com o forte calor, o consumo de energia bateu recorde pelo quarto dia consecutivo hoje, atingindo a marca de 70.654 megawatts (MW) por volta das 15h ante 70.421 MW de quarta-feira, segundo dados parciais do Operador Nacional de Sistema Elétrico (ONS).

O aumento do consumo não representa um perigo para o fornecimento de energia no país. A capacidade geradora é de 106 mil MW, o dobro do consumo, então não há motivo para achar que possa ocorrer racionamento de energia no país, diz a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Segundo o Operador Nacional do Sistema, uma forma de preservar as hidroelétricas foi acionar mais usinas termelétricas movidas a gás, evitando assim uma eventual sobrecarga.

A média de consumo no ano passado foi de 50.643 MW diários e a capacidade geradora foi de 106.301 MW. A média prevista para o ano de 2010 é de 53 mil MW e uma capacidade geradora de 116 mil MW.

    Leia tudo sobre: calor

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG