Rio anuncia prisão de 39 em ação contra Liga da Justiça

O secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, anunciou hoje a prisão de 21 policiais militares, 3 policiais civis, 1 ex-PM, um bombeiro e outros 13 acusados de participação na milícia autodenominada Liga da Justiça. Segundo ele, a ação que prendeu 39 foi a maior operação contra esses grupos já realizada no Estado.

Agência Estado |

Até o fim da tarde, 23 mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça no mesmo inquérito ainda não haviam sido cumpridos. Um policial civil que trabalhava na Assembleia Legislativa do Estado e outro lotado na Divisão Antissequestro (DAS) estão entre os procurados.

Todos são acusados de pertencer ao grupo do ex-PM Ricardo Teixeira Cruz, o Batman, condenado por formação de quadrilha e preso no dia 14 de maio. Batman controlaria grande parte das comunidades da zona oeste com a Liga da Justiça, que seria chefiada pelo ex-deputado estadual Natalino Guimarães (sem partido) com o irmão, o ex-vereador Jerominho, ambos presos. Em outubro do ano passado, Batman escapou pela porta da frente da penitenciária Bangu 8.

Beltrame afirmou que desde o início do ano foram presos 114 milicianos, ante 78 no ano passado, 24 em 2007 (quando começou a atual gestão), e 6 em 2006. "Não podemos afirmar que a Liga da Justiça não existe mais, mas ela praticamente se esvai com essas prisões", declarou. "Não é a única milícia, mas é a que mais desafiava, a que mais achincalhava o povo." Segundo ele, a Liga representa 70% das milícias e dominava 1,2 milhão de pessoas.

Para Beltrame, o inquérito que resultou nas prisões de ontem "elucida mais de 30 homicídios cometidos desde 2008". Segundo ele, o trabalho vai continuar. "Os grupos fortes foram combatidos, e outros serão." Durante a operação, foram apreendidas máquinas caça-níqueis. "Existe uma vinculação entre caça-níqueis e milícias, sem dúvida", disse o secretário. Advogados dos acusados não foram localizados, portanto os nomes dos presos não serão revelados.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG