Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Ribeirão Preto-SP investiga mortes de 2 macacos

As vísceras de dois macacos que morreram entre ontem e hoje, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, foram enviados para exames laboratoriais. É um procedimento normal, de rotina, disse a chefe da Divisão de Controle de Zoonoses da prefeitura, Eliana Collucci.

Agência Estado |

O objetivo principal, no entanto, é verificar se os animais não tinha febre amarela ou raiva. "Não é nada alarmante, mas faremos bloqueio no bairro onde um deles foi encontrado, para o do bosque, não", informou a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Maria Luiza Santa Maria. Na semana passada, um outro primata foi encontrado num bairro.

Segundo Eliana, um filhote de macaco calitri (sagüi) estava na Praça Santo Antônio, nos Campos Elíseos, e foi levado ontem à mata, ferido. Ele morreu no mesmo dia. Por isso, será feito um cerco no bairro, pois não se sabe a procedência do animal. O outro macaco, um mico-de-cheiro, é do bosque e morreu hoje, com diagnóstico de gastroenterite e enfisema pulmonar. O Instituto Adolfo Lutz (IAL) verificará se os bichos tinham ou não febre amarela e o Instituto Pasteur de São Paulo, se eles portavam raiva. Os resultados devem ficar prontos entre uma semana e dez dias.

Maria Luiza destacou que é importante a população de Ribeirão se vacinar contra a febre amarela. A intenção é imunizar cerca de 40 mil moradores até o fim do mês, o que cobriria 100% da população. "Cerca de 450 mil pessoas já foram vacinadas nos últimos anos e estão em dia, já que a vacina é válida por dez anos", afirmou. A cidade está em estado de alerta, pois é considerada uma área de risco de surgimento da doença, pois está perto de São José do Rio Preto (que registrou as mortes de seis macacos contaminados, recentemente), além do que existem dois casos suspeitos em Ribeirão: o do macaco encontrado morto na semana passada e de um homem que esteve em Frutal (MG).

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG