Réveillon nos clubes e restaurantes de Brasília pode custar de R$ 50 a R$ 1,9 mil

Brasília - Apesar da grande movimentação de brasilienses deixando a cidade, o réveillon em Brasília promete ser dos melhores. A maioria das casas de shows, restaurantes e clubes se organizou para oferecer àqueles que não viajaram festas com a apresentação de bandas e shows pirotécnicos.

Agência Brasil |

O convite, com um pacote que dá direito à entrada na festa, o consumo de cerveja, de água e de refrigerante, na maioria dos clubes e restaurantes, custa em média R$ 50, o feminino, e R$ 80, o masculino.

Para os que desejam uma opção de serviço completo de buffet, os preços são mais altos. As mesas para quatro pessoas com direito a vinhos importados, coquetéis, frutas e salgados, variam entre R$ 300 e R$ 1,9 mil.

De acordo com o produtor de eventos Daniel Abreu, que organiza há quatro anos festas de Réveillon na cidade, o público sempre comparece e os preços são de acordo com o ambiente.

Festa em casa, geralmente é a do Natal. No ano-novo, as pessoas viajam ou preferem ficar com os amigos. A relação consumo e gasto influência na escolha do local, que geralmente já é de gosto do cliente, disse.

O comerciante Ronaldo Dias, que por causa da profissão preferiu ficar em Brasília, resolveu com a esposa passar a virada entre os amigos em um restaurante já conhecido dos casais, que oferecerá música ambiente. Comprei antecipadamente,  a mesa por R$ 470. O preço foi o que influenciou a escolha do local. O fato de não gostar de locais cheios e barulhentos também foi importante na hora da decisão, disse.

Já o estudante Alexandre Gomes afirmou que muitos locais estão abusando nos preços dos convites. Ele que vai passar a virada em um clube, disse que normalmente gasta R$ 60 para se divertir. Não há nenhuma novidade, só o fato de ser o ano-novo faz os produtores cobrarem acima da média. Já sei que o pacote que adquiri por R$ 90 está sendo vendido por R$140.

Os que não querem gastar muito e, mesmo assim, não abrem mão de comemorar a entrada do ano-novo, a alternativa é comparecer à Esplanada dos Ministérios, onde haverá queima de fogos durante 21 minutos, além de apresentação de artistas nacionais e locais e a apresentação da bateria da Escola de Samba Beija Flor de Nilopólis (RJ).

    Leia tudo sobre: reveillon

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG