Mendes acredita que está grampeado desde 2007" / Mendes acredita que está grampeado desde 2007" /

Reunião da Comissão de Controle das Atividades de Inteligência será secreta

BRASÍLIA - O presidente da Comissão de Controle das Atividades de Inteligência do Congresso, senador Heráclito Fortes (DEM-PI), decidiu ouvir em reunião fechada o depoimento do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Jorge Félix, do diretor-geral afastado da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Paulo Lacerda, e do diretor da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa. Os três já se encontram no Congresso e a reunião começará a qualquer instante. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/09/08/mendes_acredita_que_esta_grampeado_desde_2007_1714987.html target=_topMendes acredita que está grampeado desde 2007

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Acordo Ortográfico

A decisão de fazer reunião secreta foi combinada entre Heráclito e os três depoentes para garantir o sigilo das informações repassadas aos parlamentares.

Jorge Félix, Paulo Lacerda e Luiz Fernando Corrêa serão questionados pelos parlamentares sobre as acusações de que a Abin teria grampeado ilegalmente conversas do presidente do Superior Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, de senadores da República e ministros de Estado.

A denúncia feita pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, de que o Exército e a Abin compraram maletas capazes de fazer grampos telefônicos, também será debatida na reunião. Por lei, a Abin é proibida de interceptar ligações telefônicas.

Crise dos grampos

A crise dos grampos emergiu com denúncia da revista "Veja" da semana passada, que acusou a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) de ser responsável por grampear ministros do Supremo, da República e senadores.

Leia também:


Leia mais sobre:
grampos

    Leia tudo sobre: grampos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG