Retrato de Francis Bacon é leiloado por US$ 9,40 milhões

Londres, 19 out (EFE).- Um dos dois únicos retratos que Lucian Freud fez de seu amigo Francis Bacon (1909-1992) foi leiloado hoje em Londres por 5,41 milhões de libras (US$ 9,40 milhões).

EFE |

A casa de leilões Christie's avaliou "Francis Bacon", que foi pintado entre 1956 e 1957, no apogeu da amizade entre os dois artistas, entre 5 e 7 milhões de libras (de US$ 9,3 a US$ 13 milhões).

O outro retrato que Freud pintou de Bacon, em 1952, foi roubado em 1988 de uma retrospectiva em Berlim dedicada ao veterano artista - que aos 85 anos continua trabalhando - e desde então está desaparecido.

Enquanto Bacon, nascido em Dublin, pintou vários retratos de seu contemporâneo, o neto de Sigmund Freud fez apenas dois de seu amigo, o que aumentou hoje as expectativas na casa de leilões.

O quadro leiloado pertencente a uma coleção particular, está inacabado e mostra o rosto do modelo de frente, rodeado pelo branco da tela.

Apesar das expectativas, a obra de Freud, considerado com Bacon o melhor artista britânico do século XX, foi leiloada por um valor na faixa mais baixa de preço estimada, o que parece confirmar certo esfriamento no mercado da arte.

Outras duas grandes obras que foram vendidas hoje no leilão de arte contemporânea e de pós-guerra da Christie's ficaram surpreendentemente sem comprador.

Trata-se de "Retrato de Henrietta Moraes", do próprio Bacon, que estava avaliado entre 5,5 milhões e 7,5 milhões de libras (entre US$ 11 milhões e US$ 14 milhões).

A outra obra que não foi vendida foi "Kerzenschein" ("À luz de velas"), uma obra abstrata de cores vivas de Gerhard Richter, que tinha um preço mínimo estimado de 2 milhões de libras (US$ 3,7 milhões).

Segundo os analistas, após 15 anos em ascensão, o mercado da arte começa a mostrar os primeiros sinais de crise.

Assim, um leilão de arte contemporânea realizado pela Sotheby's na última sexta ficou muito abaixo do resultado estimado, ao arrecadar apenas 22 milhões de libras frente ao mínimo de 31 milhões que se esperava.

O leilão de hoje da Christie's coincidiu com a retrospectiva que a Tate Britain dedica a Bacon e com a feira de arte contemporânea Frieze de Londres, que, segundo os analistas, este ano também não vendeu como em algumas ocasiões anteriores. EFE jm/ab/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG