Restaurada, casa de Agatha Christie vai ser reaberta ao público

Londres, 24 fev (EFE).- A casa de campo da escritora Agatha Christie (1890-1976), onde a rainha do crime entretinha seus amigos com suas obras, será reaberta ao público no fim de semana, após anos de restauração.

EFE |

A casa Greenway, localizada no condado de Devon (sudoeste da Inglaterra), estava em péssimo estado de conservação quando o National Trust (Patrimônio Nacional) decidiu restaurá-la em 2005, após a morte da filha e do genro da escritora britânica, Rosalind e Anthony Hicks.

Nos verões, a autora de obras célebres como "Assassinato no Expresso Oriente" e "Morte no Nilo" costumava reunir familiares e amigos na casa de campo, geralmente para celebrar o fim de um novo livro prestes a ser publicado.

Agora, os visitantes que forem a Greenway, cuja restauração custou 6,4 milhões de euros, poderão ver alguns dos objetos que pertenceram à escritora, assim como os salões nos quais ela lia para amigos seus últimos manuscritos.

A reforma da propriedade foi concluída dentro do tempo e do orçamento previstos, graças a 10 mil horas de trabalho de muitos voluntários.

O encarregado de administrar o imóvel, Robyn Brown, disse à imprensa que o telhado estava em estado crítico e que uma das paredes prestes a cair a ponto de derrubar-se.

"Foi um trabalho enorme e custoso restaurar a casa e o jardim, mas espero que os visitantes aproveitem (...)", disse Brown.

O neto da escritora, Matthew Prichard, também se disse satisfeito com a restauração da casa.

"O que mais desejo é que os visitantes possam sentir um pouco da magia que eu sentia com minha família nos anos 50 e 60", declarou Prichard. EFE vg/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG