Ressaca atinge litoral de Santa Catarina

Parte de casa foi destruída. SC tem dez cidades em situação de emergência devido aos estragos provocados pela chuva

iG São Paulo |

A ressaca que atingiu o litoral de Santa Catarina, na quinta-feira, destruiu parte de 70 residências localizadas na orla da Praia Armação do Pântano do Sul, em Florianópolis. Segundo o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram), as ondas chegaram a 3,5 metros.

A ressaca é consequência de um ciclone extratropical que passou pelo Estado. Nesta sexta-feira, segundo o órgão, a agitação marítima diminui gradativamente no litoral catarinense. Segundo a Ciram, uma massa de ar seco passa pelo Sul do País, deixando o tempo estável com sol no fim de semana. A partir da tarde de domingo, a instabilidade retorna a Santa Catarina, com previsão de chuva persistente e mais volumosa entre segunda e terça-feira.

Cidades em emergência

Outras cidades no Estado também sofrem com a chuva que atinge a região há uma semana. Segundo o último levantamento da Defesa Civil estadual, subiu para dez o número de cidades em situação de emergência em Santa Catarina. Entre as 35 cidades atingidas pelos temporais dos últimos dias, Anitápolis, Braço do Norte, Criciúma, Garopaba, Lauro Muller, Meleiro, Morro da Fumaça, Orleans, São Martinho e Siderópolis estão em emergência. 

No total, 257.968 pessoas foram afetadas pelas chuvas, que desabrigaram 415 pessoas - aquelas que perderam tudo e precisam de abrigos públicos - e deixaram outras 3.712 desalojadas - aquelas que podem contar com a ajuda de vizinhos e familiares. Um homem, de 76 anos, continua desaparecido em Anitápolis. Segundo o órgão, os temporais deixaram 26 feridos.

    Leia tudo sobre: Santa Catarinachuvaressaca

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG