O presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), o deputado federal José Aníbal (PSDB-SP) e o governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), chegaram por volta das 13h ao velório da médica sanitarista e fundadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns. A cerimônia, aberta ao público, acontece desde as 11h no Palácio das Araucárias, sede do governo do Paraná, em Curitiba.

Acompanham o velório o senador Flávio Arns (PSDB-PR), sobrinho de Zilda, e o chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Gilberto Carvalho, além de familiares, amigos e integrantes da Pastoral da Criança.

Pouco antes do início do velório, o arcebispo de Curitiba, Dom Pedro Fedalto, conduziu uma cerimônia de cerca de 15 minutos para os familiares de Zilda Arns, morta durante o terremoto que atingiu o Haiti na terça-feira.

O corpo da médica chegou ao Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, às 10h20, em um avião da Força Aérea Brasileira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.