PARANÁ - O governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), insinuou nesta terça-feira que o câncer de mama em homens é uma consequência das paradas gay. Requião participou de um evento de divulgação de ações estratégicas para o controle da doença no Estado.

"A ação do governo não é só em defesa do interesse público. É da saúde da mulher, também. Embora hoje câncer de mama seja uma doença masculina também. Deve ser consequência dessas passeatas gay", disse no evento transmitido ao vivo pela TV Educativa do Paraná.


O governador Roberto Requião (foto de arquivo)

O secretário de Saúde do Paraná, Gilberto Martins, que falou logo depois de Requião, tentou consertar a brincadeira de mau gosto e ressaltou que os homens também devem se preocupar com a doença. "O homem também tem que tomar seus cuidados em relação ao risco do câncer de mama. Bem lembrado pelo governador essa preocupação", lembrou.

TV educativa

No último dia 26 de agosto, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre, manteve multa de R$ 200 mil aplicada a Requião por ter supostamente feito uso político da "Rádio e Televisão Educativa". A ação foi movida pelo Ministério Público Federal.

Saiba mais sobre câncer de mama

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.