http://educacao.ig.com.br/acordo_ortografico/Acordo Ortográfico hspace=4 src=http://images.ig.com.br/educacao/reforma_140x75.gif align=left vspace=3 border=0 RIO DE JANEIRO ¿ A remadora do Flamengo, Priscila da Silva Souza, de 26 anos, foi encontrada morta na manhã desta terça-feira em um matagal próximo a sua casa, na comunidade Parque da Cidade, na Gávea, zona sul do Rio. A atleta estava desaparecida desde o último sábado, quando participou de um circuito de treinamento na Estrada das Paineiras, próximo ao Corcovado. Segundo a polícia, Priscila estava nua e com marcas de violência pelo corpo.

De acordo com a mãe da vítima, Hilka Maria de Souza, a remadora foi

Divulgação

Priscila Souza, de 26 anos

vista por ela e por amigos da atleta indo para casa depois do

treinamento. Ao retornar a sua residência, a mãe estranhou ao não encontrar a filha. No fim de semana, Hilka foi ao Instituto Médico Legal(IML), mas não obteve nenhuma informação. Nesta terça-feira, ela recebeu uma ligação avisando que o corpo da filha havia sido encontrado. O IML ainda investiga a causa da morte da jovem.

Segundo o técnico de remo do Flamengo, Marcos Amorim, Priscila estava sendo preparada para estrear na primeira Regata do Estadual de Remos 2009, no barco Four Skiff Feminino-Estreante. O departamento de remo do Flamengo cancelou as atividades e o clube irá arcar com todas as despesas do funeral da jovem. O presidente do Flamengo, Márcio Braga, decretou luto oficial de três dias no clube.

O caso será investigado pela 15ª DP (Gávea).

Leia mais sobre: violência

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.