Relator propõe ação por lavagem de dinheiro

O ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), concluiu nesta tarde seu voto favorável à abertura de processo contra o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) por crime de lavagem de dinheiro. Segundo o ministro, há indícios de conluio entre o senador e os acusados e também de participação direta de Azeredo nos crimes.

Agência Estado |

Ontem, Joaquim Barbosa votou favoravelmente à abertura de processo contra Azeredo por crime de peculato.

O advogado Gerardo Grossi, que defende Azeredo, contesta nesta tarde em plenário a utilização de um recibo, que comprovaria R$ 4,5 milhões do empresário Marcos Valério.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG