Relator não sabe se pedirá indiciamento de Protógenes

Às voltas com o convite para assumir a Secretaria de Justiça da Bahia, o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Grampos, Nelson Pellegrino (PT-BA), diz ainda não ter certeza se vai propor o indiciamento do ex-chefe da Satiagraha, delegado federal Protógenes Queiroz, em seu relatório final. Ainda estou analisando.

Agência Estado |

Em relação ao Protógenes é preciso saber se foi legal ou não os agentes da Abin manusearem conteúdo interceptado. Se eu concluir que não foi legal, ele pode ser indiciado por vazamento."

A uma semana de apresentar o texto final, ele também afirma ter dúvidas em relação ao possível pedido de indiciamento do ex-diretor geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Paulo Lacerda e do banqueiro Daniel Dantas, do Grupo Opportunity. "Eu não indiciei figuras emblemáticas que passaram pela CPI, como os delegados Protógenes Queiroz e Paulo Lacerda, e o banqueiro Daniel Dantas, porque nós não tínhamos nenhum elemento comprobatório de que eles fizeram interceptações ilegais. No caso do Protógenes, não há nenhum indicativo de interceptações ilegais." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: protogenes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG