Reforma tributária tem apoio de 77% dos ex-constituintes

Vinte anos depois de promulgada a Constituição, grande parte dos parlamentares que participaram da Assembléia Nacional Constituinte aponta a reforma tributária como a principal mudança a ser feita na Carta aprovada em 1988. Pesquisa realizada pela Secretaria de Comunicação Social da Câmara com 251 ex-constituintes sobre o texto constitucional mostra que essa é a maior preocupação de 77% dos entrevistados.

Agência Estado |

O tema aparece antes mesmo da necessidade de aprovação de proposta que altera a edição e a tramitação das medidas provisórias que, para os congressistas, representam o engessamento do Legislativo pelo presidente da República. Esse item ficou em terceiro lugar, com 34%. Em segundo, foi apontada a reforma política, com 45%. Mais de uma resposta foi admitida no questionamento.

O levantamento foi feito entre outubro e novembro e, dos 251 entrevistados, apenas 31 continuam no Congresso. Parte dos ex-constituintes ouvidos na pesquisa ocupa ou ocupou cargos públicos: são secretários estaduais, ministro, prefeito e ex-governador. O presidente Lula não foi entrevistado. A Assembléia Nacional Constituinte (1987/1988) foi composta por 559 parlamentares, 487 deputados e 72 senadores. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG