Reféns são liberados em casa de vereador em SP

Os cinco homens que invadiram a casa do vereador Wadih Mutran (PP) na manhã de hoje, na zona norte da cidade, se entregaram e liberaram os dois reféns restantes por volta das 11h30. Segundo informações do filho do vereador, Ricardo Mutran, a mãe Iracema Mutran e a empregada Miriam foram liberadas sem ferimentos.

Agência Estado |

A mãe estava muito nervosa e foi colocada sob cuidados médicos. O bando se entregou após a presença de dois advogados, que foram chamados para ajudar nas negociações. Eles exigiam apenas que fosse preservada a integridade física de cada um.

Por volta das 10h30, uma outra empregada e um rapaz foram liberados pelos suspeitos. De acordo com a polícia, o rapaz alega que foi capturado pelos ladrões quando passava pelo local. A polícia vai averiguar a informação, pois há a possibilidade que ele faça parte do grupo. Wadih Mutran não estava na casa na hora da invasão. Segundo o filho do vereador, Ricardo Mutran, os dois tinham saído juntos para ir a uma farmácia.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG