Record terá R$ 16 milhões para digitalizar acervo histórico

SÃO PAULO ¿ A Rede Record conseguiu R$ 16 milhões pela Lei Rouanet para salvar as imagens de seus famosos festivais de música, os gols lendários de Pelé, as primeiras séries nacionais e as imagens da construção de Brasília, entre outras relíquias.

Agência Estado |

A emissora já começou o processo de digitalização de seu acervo e a busca por empresas interessadas em patrocinar a iniciativa ¿ com base no incentivo fiscal da Lei Rouanet ¿ que pretende preservar imagens de quase 60 anos atrás.

No acervo há cenas do primeiro seriado nacional, o "Capitão 7", programas como "O Fino da Bossa", de Jair Rodrigues e Elis Regina, festivais de MPB e a "Jovem Guarda", de Roberto Carlos. Muitos dos gols de Pelé ¿ imagens ajudaram a compor o filme "Pelé Eterno" ¿ fazem parte desse acervo.

Há também poucos episódios da lendária "Família Trapo" (1967), com Jô Soares e Ronald Golias, uma vez que grande parte da série foi apagada com a chegada do videoteipe. O processo inteiro de digitalização deve levar de dois a três anos, mas já começamos a trabalhar, fala o diretor da Record Entretenimento, João Luiz Urbaneja.

Leia mais sobre: Record

    Leia tudo sobre: recordtelevisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG