Reconstrução de igrejas em Paraitinga-SP terá R$ 17 mi

A Secretaria de Cultura do Estado deve destinar cerca de R$ 17 milhões para a reconstrução das duas igrejas de São Luiz do Paraitinga, que acabaram destruídas pela enchente que atingiu a cidade no início de janeiro. Esse é o valor estimado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado (Condephaat).

Agência Estado |

O assunto foi discutido ontem, quando os membros do Condephaat se reuniram para discussão e definição das estratégias que irão nortear a reconstrução do conjunto arquitetônico da cidade. A reunião determinou que os dois prédios serão reconstruídos pelo Governo do Estado.

A proposta é manter as características originais da Capela das Mercês, mas projetar uma versão mais flexível para a Igreja Matriz. A Diocese de Taubaté vai executar os projetos, que devem ser iniciados ainda nesse ano.

Com relação aos casarões, o Condephaat determinou que as fachadas dos prédios prejudicados pela enchente serão reconstruídas de acordo com o estilo original, mas será facultado aos proprietários promover mudanças no interior. "Haverá mais liberdade, pois a reconstrução deve visar o conforto", disse o secretário da Cultura, João Sayad.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG