Receita com impostos ajuda lucro da Embraer

O lucro líquido de R$ 466,9 milhões da Embraer no segundo trimestre deste ano, com alta de 30,96% ante igual período de 2008, foi beneficiado pela entrada de R$ 162,3 milhões em imposto de renda e contribuição social. Um ano antes, a fabricante de aeronaves tinha contabilizado uma receita de R$ 41,1 milhões com estes tributos.

Agência Estado |

"O crescimento da receita com impostos se deu por conta do impacto dos tributos diferidos, em função das diferenças temporárias entre a base fiscal e contábil", disse a empresa, em demonstrações financeiras divulgadas hoje.

Por outro lado, ao explicar a variação do lucro líquido no segundo trimestre, a Embraer cita que anotou uma receita financeira líquida de R$ 5 milhões no período, abaixo dos R$ 11,7 milhões apurados um ano antes. Esse declínio é atribuído à queda da taxa de juros no período. De abril a junho, a fabricante de aviões teve uma despesa de R$ 95,6 milhões com variações monetárias e cambiais, sendo que em igual intervalo do ano passado havia contabilizado uma receita de R$ 44,3 milhões. Tal oscilação é justificada pela Embraer pelo impacto das variações cambiais sobre ativos e passivos denominados em moedas estrangeiras, com exceção do dólar.

A Embraer encerrou o segundo trimestre do ano com despesas operacionais 12,4% menores em relação aos gastos de igual intervalo de 2008, totalizando R$ 265,4 milhões. O corte de 20% de sua força de trabalho no início do ano, além do controle de gastos, explica esse declínio.

As despesas comerciais da Embraer apresentaram queda de 11,8%, passando de R$ 175,8 milhões no segundo trimestre de 2008 para R$ 155 milhões um ano depois, "também por conta de ganhos de produtividade advindos da otimização dos processos e do controle de gastos com pessoal e custos, além das diferenças entre o mix de aeronaves entregues nos períodos", explica a Embraer no balanço divulgado hoje. Ao mesmo tempo, as despesas administrativas subiram ligeiramente, à razão de 0,3%, para R$ 98,2 milhões entre abril e junho passados.

Com isso, o lucro operacional da fabricante de aeronaves no segundo trimestre subiu 52,5%, para R$ 400,4 milhões, entre os segundos trimestres de 2008 e 2009. A margem operacional ficou em 13,3%, com alta sobre os 9,7% do segundo trimestre do ano passado. "A margem operacional do segundo trimestre reflete claramente o foco que tem sido dado no controle e redução da estrutura de custos fixos da empresa, possibilitando uma maior diluição destes frente ao patamar de receita apresentado", diz a Embraer, no balanço.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG