Rebelo lança candidatura para presidência da Câmara

Com apoio do chamado bloquinho (PCdoB, PSB, PDT, PMN e PRB), o ex-presidente da Câmara Aldo Rebelo (PCdoB-SP) se lançou oficialmente hoje candidato à sucessão do deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), embolando a disputa pela presidência da Casa. O lançamento de Rebelo é uma estratégia para levar a eleição para o segundo turno e enfraquecer o candidato do PMDB, deputado Michel Temer, que tem o apoio de Chinaglia, do PT e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Agência Estado |

Com o lançamento de Rebelo, que foi presidente da Câmara antes de Chinaglia - de 28 de setembro de 2005 a 31 de janeiro de 2007 -, são quatro os candidatos até agora. Estão em campanha Ciro Nogueira (PP-PI) e Milton Monti (PR-SP), além de Temer e Rebelo.

O líder do PSB, deputado Márcio França, afirmou que a articulação que levou ao lançamento do nome de Rebelo inclui o PR e o PP, partidos que também têm candidatos. Segundo o líder, os partidos apoiarão os três candidatos, e quem chegar ao segundo turno terá o apoio dos demais contra Temer. O líder do PR, deputado Luciano Castro (RR), nega que haja esse tipo de entendimento. Ele reunirá a bancada amanhã para tentar fechar o apoio a Temer.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG