Rebelião de presos em MS já dura cerca de 20 horas

Já dura cerca de 20 horas a rebelião no centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul.

Agência Estado |

O motim teve início por volta das 12h30 de ontem, após uma tentativa frustrada de fuga de pelo menos cinco detentos.

Como era dia de visita, os rebelados conseguiram fazer 76 pessoas reféns, sendo 65 mulheres, uma delas grávida, e 11 homens, entre eles um agente penitenciário. O local está completamente cercado pela polícia.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Militar (PM) da cidade, a grávida foi libertada, mas os outros reféns, inclusive o agente penitenciário, permanecem em poder dos cerca de 175 amotinados. Eles estariam inclusive com a arma que pertence ao agente.

A água e a energia permanecem cortadas no centro de triagem, local onde ficam os presos que aguardam julgamento ou remanejamento para outras unidades. As negociações com os detentos, suspensas na noite de ontem, ainda não foram retomadas.

Leia mais sobre rebelião

    Leia tudo sobre: rebelião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG