Rebelados mantêm 6 reféns em Araguaína, no Tocantins

A Polícia Militar negocia com os detentos amotinados no Presídio de Barra da Grota, em Araguaína (TO), a libertação de seis agentes penitenciários mantidos reféns. A informação é da assessoria de imprensa da PM.

Agência Estado |

A rebelião começou por volta das 18 horas de ontem (4), durante a contagem de rotina.

Segundo a assessoria de imprensa da PM, a polícia está preparada para entrar no presídio se for necessário. Conforme uma agente penitenciária, que pediu que seu nome não fosse divulgado, a PM já teria tomado a decisão de entrar no local e estaria aguardando apenas a chegada de uma tropa de choque de Palmas. A assessoria de imprensa da PM diz que a informação não procede.

Os presos dominaram sete agentes, mas um deles, ferido, foi libertado na noite de sexta-feira. E tomaram conta do presídio. Hoje à tarde muitos deles permaneciam no telhado. O Barra da Grota abriga 370 detentos, mas cerca de 25 deles não aderiram ao movimento.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG