Nada de cabelos exóticos mergulhados no gel, roupas extravagantes ou hits da MPB ou da axé music na ponta da língua. Na corrida de R$ 5 milhões em prêmios do reality Desafio da Música Gospel, que estreia no dia 6 de março na RedeTV!, o pré-requisito é ser religioso e inovar, diante de cinco jurados, na arte de louvar a Deus.

Em 22 dias de programa, exibido aos sábados, às 13h30, o melhor garante um CD com uma gravadora de grande porte. Haverá sorteios diversos, inclusive de instrumentos musicais.

O cantor Conrado, que fez sucesso nos anos 80, vai apresentar a atração dos estúdios, enquanto sua mulher, a ex-paquita Andréia Sorvetão, fará reportagens nas eliminatórias. A exemplo do reality show "Ídolos", na Record, cada candidato terá de ser aprovado por unanimidade. E serão cinco jurados, em vez dos três do concorrente. Um deles é a cantora Soraya Moraes, vencedora de três Grammy em 2008.

O diretor da atração, Felipe Bella, que já passou pelo Xuxa Park, está otimista em relação ao Desafio. "O mercado gospel movimenta mais de R$ 1 bilhão por ano." Para Conrado, a música religiosa deixou de ser alvo de preconceito desde que o músico Regis Danese vendeu 1 milhão de cópias de "Compromisso", em 2008. Porém, segundo ele, ainda existe rejeição por parte das gravadoras, que "não entendem o meio".

Ainda dá tempo de se inscrever pela internet (www.desafiodamusicagospel.com.br). A taxa é de R$ 70. A primeira eliminatória será no dia 8 de março, em Salvador. Em São Paulo, as audições começam no dia 1º de junho. As informações são do Jornal da Tarde.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.