Rapper DMX é preso por uso de drogas e crueldade contra cães

PHOENIX (Reuters) - O rapper DMX foi preso na sexta-feira sob suspeita de posse de entorpecentes e abusos contra animais. Em duas buscas na casa dele, a polícia do Condado de Maricopa (Arizona) achou drogas, armas, esqueletos de cães e pitbulls mal-tratados.

Redação com Reuters |

De acordo com as autoridades, DMX, de 37 anos, cujo nome verdadeiro é Earl Simmons, se entrincheirou no quarto quando os agentes chegaram à casa, às 3h da madrugada, mas acabou se rendendo.

AP Photo
Preso 2 vezes em uma semana
É a segunda vez nesta semana que DMX se mete em apuros com a polícia do Arizona. Na terça-feira, ele foi preso por guiar a 183 quilômetros por hora numa rodovia.

A polícia já havia vasculhado a casa dele na localidade de Cave Creek, perto de Phoenix, em agosto do ano passado. Na ocasião, entrou 12 pitbulls mal-tratados e três animais mortos, parcialmente enterrados no quintal, além de várias armas de fogo.

Também conhecido por seus papéis no cinema ("Contra o Tempo", "Romeu tem que Morrer"), DMX ¿ que já foi condenado no passado por maltratar animais e consumir crack ¿ estampou mais de uma vez cães na capa de seus discos, como é o caso de Year of the Dog...Again , de 2007. Para este ano, estava previsto o álbum The Resurrection of Hip Hop .

Leia mais sobre: DMX

    Leia tudo sobre: rap

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG