Rapaz que atropelou 23 em festa é liberado em SP

O mecânico Thiago Ventura, de 18 anos, que atropelou 23 pessoas no sábado, no estacionamento do Centro de Exposições Imigrantes, no Jabaquara, zona sul de São Paulo, não tem carteira de habilitação. Ele foi preso em flagrante por lesão corporal e por dirigir sem carta, mas vai responder ao processo em liberdade.

Agência Estado |

Ventura foi solto ontem, após passar uma noite na carceragem do 26º DP. A Justiça concedeu liberdade provisória ao rapaz, benefício dado normalmente a réus com bons antecedentes criminais.

O acidente aconteceu na saída da festa Carnafacul, que reuniu cerca de 25 mil jovens. Ventura avançou com seu carro, um Gol prata, em direção às pessoas que estavam no estacionamento. Em depoimento à polícia, ele disse que acelerou porque corria o risco de ser linchado por jovens alcoolizados que assediaram sua namorada. Vítimas disseram à polícia que ele não estava sendo agredido e que foi para cima delas sem motivo.

O delegado-titular do 97º DP, Antônio da Costa Pereira Neto, disse que não sabe se Ventura agiu de má-fé ou em legítima defesa. A polícia procura testemunhas isentas do acidente. Foram ouvidos o jovem, sua irmã, sua namorada e os que foram atropelados. O rapaz pode virar vítima, disse Neto. Segundo ele, não havia indícios de que o rapaz tivesse usado drogas ou álcool.

Um dos indícios de que Ventura teria tentado fugir é o fato de seu cunhado, Roneyvon, de 20 anos, estar internado com ferimentos graves no Hospital Jabaquara. Segundo ele, o namorado de sua irmã foi retirado do carro e espancado. Até a noite de ontem, cinco vítimas seguiam internadas no Hospital Jabaquara - quatro com fraturas e uma com traumatismo craniano. Outra estava no Hospital Ipiranga. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

    Leia tudo sobre: atropelamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG