Raio provoca incêndio em mata nativa no Pantanal do MS

Um incêndio provocado por raio está destruindo a mata nativa na região da Serra do Amolar, no Pantanal de Mato Grosso do Sul. O fogo começou no início da noite de sexta-feira e já consumiu 5 mil hectares da vegetação situada dentro da Reserva Particular do Patrimônio Nacional (RPPN) Acurizal, propriedade da Organização Não-Governamental (ONG) ecológica Ecotrópic.

Agência Estado |

Segundo Márcio Yule, coordenador estadual do Previfogo do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), não há informação sobre controle da situação. Esclareceu que 15 homens da brigada anti-incêndio estão em terra combatendo as chamas para evitar que o fogo alcance maiores proporções, atravesse o Rio Paraguai e chegue no Parque Nacional do Pantanal, distante apenas 5 quilômetros da área atingida.

Um helicóptero do Ibama e um avião com capacidade para 2,5 mil litros de água e seis horas de autonomia de vôo também auxiliam no combate das chamas. Yule afirmou ser o máximo que podem fazer, pois como se trata de uma RPPN, é necessária autorização do Instituto Chico Mendes para aumentar o número das brigadas e outros recursos de combate ao incêndio.

"Estamos aguardando uma resposta do instituto. O contato só será possível hoje porque o incêndio começou em um final de semana. Ninguém esperava isso, foi um raio no alto da Serra do Amolar a causa dessa situação". Yule disse ainda que a fauna é a maior vítima de incidentes do gênero, principalmente as aves que estão em fase de criação, já que é época de eclosão dos ovos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG