O ex-cantor do Grupo Polegar, Rafael Ilha, de 36 anos, foi encaminhado hoje para averiguação em distrito policial na zona sul de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, Ilha foi abordado por volta das 16 horas em uma rua da região com outras pessoas suspeitas de estarem usando drogas.

Apesar de nada ter sido encontrado com eles, o grupo foi encaminhado à delegacia devido a falta de documento de identificação. Ilha foi liberado logo depois.

O ex-cantor deixou o Hospital São Luiz, na zona sul, na última sexta-feira. Ele foi hospitalizado após se ferir com um caco de vidro no pescoço.

Ex-membro do Polegar, fenômeno musical sucesso no final da década de 1980, Ilha já protagonizou diversas polêmicas e foi preso seis vezes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.