Os Normais volta ao cinema com promessa de extrapolar sexualidade do programa - Brasil - iG" /

Os Normais volta ao cinema com promessa de extrapolar sexualidade do programa

SÃO PAULO ¿ Seis anos depois, a dupla Rui e Vani está de volta. As estrelas do seriado global, interpretadas por Luiz Fernando Guimarães e Fernanda Torres, retornam em ¿Os Normais 2 ¿ A Noite Mais Maluca de Todas¿, longa-metragem que reapresenta os personagens ao público na carona das fantásticas bilheterias que as comédias brasileiras acumulam este ano. Mais do que isso: o filme estreia na próxima sexta-feira (28) em todo País com cerca de 400 cópias, marca inédita para uma produção nacional.

Redação |

Divulgação

Fernanda Torres e Luiz Fernando Guimarães estão de volta em "Os Normais 2"

A história segue o mesmo pique do seriado ou, como o elenco e equipe defenderam em entrevista coletiva nesta segunda-feira, toma liberdade ainda maior. Determinados a superar o que chamam de crise dos 13 anos, Rui e Vani decidem apimentar sua vida sexual e correm atrás de uma parceira disposta a encarar um ménage à trois, única solução que os dois vislumbram para afugentar o marasmo da longa relação.

Segundo Alexandre Machado ¿ que, assim como na televisão, dividiu o roteiro com a mulher, Fernanda Young ¿, desde o começo a ideia era buscar características básicas do seriado, como o tempo, tudo acontecendo numa noite só, no calor da coisa. Além disso, o noivado com mais de uma década de duração pareceu o tema óbvio para ser abordado no retorno do casal. Como é que Rui e Vani, pessoas tão sexualizadas, estariam depois de 13 anos juntos? Com o mesmo fervor de antes? Por isso a história se aproxima da realidade, disse.

Para o roteirista, o afastamento da televisão e a distância entre o primeiro e o segundo longa-metragem ajudaram a equipe a ter a maturidade necessária para encarar o tema. O filme permitiu que ficássemos livres para navegar por todo tipo de humor. A gente foi colher influências nos 71 episódios e quis mais, extrapolou. Capitão do projeto no cinema e televisão, o diretor José Alvarenga Jr concorda e confirmou a impressão de que o novo filme é um programão com linguagem cinematográfica, ao contrário do primeiro trabalho, que desvendava a origem do casal.

Divulgação

Claudia Raia é uma das "vítimas" de Rui e Vani no segundo filme derivado da série

A televisão tem suas limitações, é da natureza do produto. A gente falava de sexualidade, mesmo que de uma maneira brincalhona. Mas o que a TV sugeria, agora a gente vê e buscamos explorar ao máximo o humor que isso pode gerar, explicou. A gente sacaneia a sacanagem, acrescentou Young. O ménage à trois passa pela cabeça de todo casal. Acho que todo mundo já pensou nisso... Não?

Fernanda Torres confessou que, além da saudade dos personagens e do humor inteligente de Alexandre e Fernanda Young, contou também a oportunidade de poder reencontrar Luiz Fernando e toda a equipe técnica da série, que retorna em peso. Isso sem contar os convidados especiais: Claudia Raia, Drica Moraes, Daniel Dantas e Danielle Winits, por exemplo, eram figuras constantes na televisão. Além disso, a estrutura foi basicamente a mesma: a maioria das cenas foi filmada nos estúdios da Globo, apesar do orçamento ser bem maior (R$ 5 milhões), assim como o tempo de gravação (cinco semanas ao invés dos três dias gastos em um episódio).

E não para por aí. Há planos concretos de levar Os Normais mais uma vez ao cinema e voltar com força à televisão, embora ainda não exista nada definido. Como se não bastasse, o programa pode ganhar uma versão nos Estados Unidos ¿ há anos a Globo negocia o formato da série com televisões norte-americanas e a transação pode estar prestes a ser fechada. Não é comum para um programa brasileiro, é motivo de muito orgulho poder levar algo nosso para o 'prime time', comemorou Alvarenga.

Assista ao trailer de "Os Normais 2":

Leia mais sobre: "Os Normais"

    Leia tudo sobre: cinema brasileiroos normais 2

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG